Socialização

adestrador_foto

passeio_foto

Durante as aulas no centro de treinamento e brincadeiras na creche trabalhamos muito a questão da socialização por a considerarmos essencial para a qualidade de vida de qualquer cão.

Recebemos muitos chamados para treinamento de cães reativos ou inseguros, que não sabem conviver com outros cães e pessoas por falta de socialização ou mesmo uma socialização mal planejada que contribuiu negativamente para a sua educação.

As pessoas, em sua maioria, imaginam que seus cães devem ser “amigos“ de qualquer cão ou pessoa que ele tenha contato no dia-a-dia e caso reajam de forma agressiva, devem receber algum tipo de punição.

Tratando seus cães dessa forma, sem um trabalho preparatório ideal, só geram mais desconfiança do cão pelo elemento que tinha rejeição e até pelo próprio dono que o puniu de forma equivocada sem entender o motivo de sua reação.

A socialização dos cães deve ser feita de forma gradativa e prazerosa para o cão, se possível quando ele ainda tem entre dois e quatro meses de idade. Ele deve ser apresentado a tudo que terá contato na vida: pessoas de diferentes idades, sexos e etnia, animais de tipos físicos e comportamentais diferentes e situações onde ele tem que ser ensinado a não reagir de forma agressiva, aumentando seu nível de segurança.

Se essa educação de base não é bem feita o cão cria uma visão negativa desses seres e começa a reagir de forma agressiva ou insegura, fazendo com que seja necessária sua reabilitação e socialização imediata com a ajuda de um profissional.

Oferecemos sessões de socialização no centro de treinamento e aulas em domicílio onde o cão terá toda a assessoria para criar confiança e interagir aos poucos com esses elementos de forma segura e gradativa, sendo recompensado pelo seu bom comportamento.

socializacao